INÍCIO BÍBLIA ONLINE SNT SEPTUAGINTA NOVO TESTAMENTO
AUXÍLIOS BÍBLICOS DICIONÁRIO BÍBLICO TERMOS DE USO
Gênesis Êxodo Levítico Números Deuteronômio Josué Juízes Rute
1 Samuel 2 Samuel 1 Reis 2 Reis 1 Crônicas 2 Crônicas Esdras Neemias
Ester Salmos Provérbios Eclesiastes Cântico dos Cânticos Isaías
Jeremias Lamentações de Jeremias Ezequiel Daniel Oséias Joel Amós Obadias
Jonas Miquéias Naum Habacuque Sofonias Ageu Zacarias Malaquias
1 Macabeus
Mateus Marcos Lucas

domingo, 18 de junho de 2017

Septuaginta - Habacuque - Capítulo 1

1 Sentença que o profeta Habacuque viu.
2 Até quando, ó Senhor, clamarei eu, e tu não ouvirás? Por quanto tempo deverei clamar a ti, estando ferido, e tu não salvarás?
3 Por que tens mostrado ao meu olhar problemas e tristezas, miséria e impiedade? O julgamento está diante de mim, e o juiz recebe a sua recompensa.
4 Por este motivo a lei é frustrada, e o julgamento não procede efetivamente; pois o ímpio prevalece sobre o justo; portanto, o julgamento perverso continuará.
5 Olhai, ó desprezadores; vede, e maravilhai-vos, e desvanecei; pois que Eu realizo uma obra em vossos dias, a qual de modo algum haveis de acreditar, ainda que alguém vô-la anuncie.
6 Portanto, eis que Eu desperto os caldeus, nação amarga e impetuosa, que caminha sobre a largura da terra para apossar-se de tendas que não lhe pertencem.
7 Ela é terrível e famosa; seu julgamento procederá de si mesma, e a sua dignidade sairá de si mesma.
8 Os seus cavalos cavalgarão mais rapidamente do que os leopardos, e são mais ferozes do que os lobos da Arábia; seus cavaleiros lançar-se-ão para a frente, e irão correndo desde longe; voarão como uma águia apressando-se para comer.
9 A destruição virá sobre os ímpios, opondo-lhes a adversidade, e ele ajuntará cativos como a areia.
10 Ele estará à vontade com os reis, e príncipes são seus brinquedos. Ele zombará de toda fortaleza, levantará contra ela um montão, apossando-se dela.
11 Então ele mudará o seu espírito, e passará; e fará uma expiação, dizendo: "Este poder pertence ao meu deus."
12 Não és tu desde o início, ó Senhor Deus, meu santo? E, certamente, nós não morreremos. Ó Senhor, Tu o tens firmado para julgamento; Ele me formou para castigar-me com a sua correção.
13 Seu olho é muito puro para contemplar maldades, e atentar para graves opressões. Por que olhas para os desprezadores? Ficarás em silêncio quando os ímpios engolem o justo?
14 Irás fazer os homens como os peixes do mar, e como os répteis, que não têm guia?
15 Ele trouxe à tona a destruição com um anzol, puxando um com uma rede, e apanhando outro em sua tarrafa; pelo que o seu coração se regozijará e será feliz.
16 Por este motivo ele irá sacrificar à sua rede, e queimará incenso à sua tarrafa; porquanto, por elas, fez gorda a sua parte, e as suas carnes escolhidas.
17 Portanto ele irá lançar a sua rede, e não poupará para matar as nações, continuamente.

Nenhum comentário: